A Poesia e o Poeta

Pairando pelo ar os versos
Posso até tocar o sentimento das palavras
Posso sentir a musicalidade das letras soltas pelo vento.
Vagamente até me atrevo a versejar
E depois tomado por uma enorme sentimentalidade
Me vejo embevecido diante do poema que pensava que era só pensamento.
É a verdade da poesia em si
Vemos os brios teus a cada instante,
Poetas  somos, delirantes, sonhadores , reluzentes
As rimas ou não rimas existem para nós
Em algum lugar, em qualquer  canto
Eis-nos aqui a te sentir, a te querer.
A amar-te, buscar-te
Amiga inseparável de dias incontáveis.

 

Pai, esposo, bem família, amante de música e apaixonado por livros. Estudante de Pedagogia, dedica-se a escrever histórias para crianças. Poeta por ser poeta. Uma boa estória e um punhado de prosa o alegram muito.

LEIA TAMBÉM:

José Cipriano

Pai, esposo, bem família, amante de música e apaixonado por livros. Estudante de Pedagogia, dedica-se a escrever histórias para crianças. Poeta por ser poeta. Uma boa estória e um punhado de prosa o alegram muito.

  • Idejanio

    Linda forma de descrever, o seu profundo amor pela poesia, talento e sensibilidade na poesia e no poeta.

  • Idervania

    Parabéns! Continue escrevendo essas belas poesias.