Sobre anjos e nuvens

Era uma vez uma garota despretensiosa que depois de dois anos fora das redes sociais resolveu encarar novamente o famigerado Facebook.

A garota no caso sou eu, Sara dos Anjos, que de anjo tem muito menos do que gostaria e que não é mais uma garota há alguns anos. Não me perguntem quantos, sou do tempo que era falta de educação perguntar a idade de uma mulher, se é que me entendem…

Eu havia desistido de frequentar esta rede pela quantidade absurda de opiniões e discursos de intolerância, falta de conhecimento e desinformação com que me deparava, dia após dia.

Me envenenei um pouco à época, tentando lutar contra moinhos de vento, defendendo causas e discutindo questões. Não me ocorria que dava murros em ponta de faca ao lidar com grupos e pessoas que não tinham capacidade para entender o óbvio e compreender a vida.

Então um dos concursos literários em que estava interessada exigia a entrada no Facebook como item do regulamento. Resolvi arriscar.

Entre a inscrição no referido concurso e a divulgação do resultado do mesmo, conheci o Escambau, o concurso de micro contos e os escambanautas.

Me entusiasmei com a qualidade dos escritos e das pessoas que os criavam, me identifiquei com muitas delas, fiz amigos e me apaixonei pelos administradores do Escambau, pessoas dispostas a doar tempo e espaço em nome da literatura.

Neste ambiente em que ler e escrever é o interesse comum, com pessoas de diferentes características e variedade de opiniões, encontrei respeito e saudáveis discussões.

Me senti em casa.

Foi uma honra que o Wilson tenha me convidado a colaborar com o Escambau na divulgação de seu conteúdo. O Michel deu um nome pomposo à tarefa: “articuladora de redes sociais”. Muito chique!

E quando o Michel propôs uma coluna semanal, fui às nuvens. Lugar ideal para quem acha que é menos angelical do que gostaria, não é?

Imagino que Moacir tenha concordado com os convites. Seria muito chato — e exigiria vingança demoníaca, provavelmente – alimentar os sonhos de uma garota para depois destruí-los com um sonoro “não”.

Então, me aguardem!

Estarei todas as segundas-feiras por aqui, na companhia das pessoas incríveis que vocês são e a quem aprendi a admirar.

A propósito: não, não fui selecionada naquele concurso. Mas serviu para que eu encontrasse este caminho e para confirmar minha teoria de que nada acontece por acaso.

Escritora por vocação, analista de sistemas por profissão, romântica de coração, crítica até no dedão, engraçada em qualquer situação, cabeça minada de preocupação, pés no chão, digna de respeito e consideração, honesta de plantão, quase um animal em extinção e nunca fez lipoaspiração.

LEIA TAMBÉM:

Sara dos Anjos

Escritora por vocação, analista de sistemas por profissão, romântica de coração, crítica até no dedão, engraçada em qualquer situação, cabeça minada de preocupação, pés no chão, digna de respeito e consideração, honesta de plantão, quase um animal em extinção e nunca fez lipoaspiração.

  • Marcia Brack

    Maravilha de apresentação Sara! Seja muito bem-vinda! Tenho certeza que foi uma excelente escolha!

    • Sara dos Anjos

      Muito, muito obrigada, Marcia!!! Espero sinceramente agradar e também
      divertir!

  • Delma Maria Lucchin

    Adorei. Já sou fã de seus textos, então, ganhou mais uma seguidora… sucesso!!!

    • Sara dos Anjos

      Obrigada, Delma!! Você é um amor! Obrigada pelo apoio!

  • Claudia Jeveaux Fim

    E tem talento de montão! Amei! Sucesso!!!

    • Sara dos Anjos

      Ah! Claudia! Obrigada, muito obrigada pelo apoio e carinho!

  • Fátima Heluany AntunesNogueira

    Parabéns, Sara! Estreou sem nenhum senão! Sucesso garantido!

    • Sara dos Anjos

      Fátima, querida!!! Muito, muito obrigada!!! Vou fazer força para não estragar tudo!! hahaha

  • Juliana

    Parabéns. Percebi que você já é sucesso

    • Sara dos Anjos

      Juliana, querida!!! Muitíssimo obrigada!!!! Um abração!!

  • Angela Cristina

    Parabéns!
    Dizem que nada acontece por acaso.