Decessados

“Iolanda chegou no horário marcado à Casa de Aceitação Próspera. Ao longo da extensão longitudinal do hall de acesso ao prédio de pé-direito altíssimo, a luz natural filtrada varria as paredes correspondentes a dois vazios laterais.

Antes de chegar à ilha da recepção, foi abordada por uma mulher madura e de semblante pacato que a recebeu com intimidade pertinente apenas a grandes amizades.”

Leia mais